quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

[Resenha] Once Upon a Time, Primeira Temporada – Adam Horowitz, Edward Kitsis

Fazer uma resenha sobre o seriado Once Upon a Time é complicado! Não sei se ponho a culpa no número de personagens, na extensão de cada história em particular e em conjunto. Ou não saber se começo pelo real ou pelo faz de conta! Essa série tem como personagem principal uma mulher com um passado muito complicado que acaba indo parar em uma cidade no Maine onde a magia dos contos de fada se mistura com a realidade. Então começamos assim, pelo real! O nome dessa mulher é Emma (Jennifer Morrison). Logo no começo do episódio, pós-apresentação da protagonista, conhecemos Henry (Jared S. Gilmore) seu filho que descobrimos que foi para a adoção assim que nasceu e depois de tanto tempo  (através da internet) conseguiu encontrar a sua mãe. Esse garoto precisa levar Emma para a cidade mencionada no começo do paragrafo... Ok! Isso já está ficando com cara de sinopse e resumo!

Começamos pelo faz de conta, então... No dia do casamento da Branca de Neve (Ginnifer Goodwin) com o Príncipe Encantado (Josh Dallas), a Rainha Malvada (Lana Parrilla) chega a celebração ameaçando e dizendo que jogará uma maldição sobre todos os personagens desse mundo presentes. Um bom tempo depois do casório, Branca de Neve já gravida, visita Rumpelstiltskin (Robert Carlyle), um feiticeiro que prediz que a maldição da malvada rainha levará todas as pessoas para um lugar terrível, no qual não há finais felizes… Ou seja, o que todos imaginavam: O nosso mundo. E mais uma vez isso tá ficando com cara de resumo!

Como eu disse anteriormente, é complicado fazer uma resenha desse seriado e não darei explicações repetidas, leigos que tem vontade de criticar, por favor... Vejam a série e depois ouvirei com prazer. Pra quem não assistiu e ficou decepcionado por não estar a par de informações, procurem resumos, sinopses, Wikipédia, IMDb e por aí vai. Preferi escrever meu parecer sobre cada um dos capítulos em separado, tornando a resenha menos cansativa, menor e mais detalhista. Tentarei ser o mais breve possível.

1x1 – Pilot

 O primeiro, logicamente, faz toda uma apresentação a cerca de enredo, personagens, interligação dos dois mundos (real e faz de conta), ambiente e etc. Eu já revelei o principal do que acontece aqui no primeiro e no segundo parágrafo. A analogia de Regina (Rainha Má) ao lançar a maldição é bem legal... Transformar Branca de Neve em uma professorinha patética, enquanto  é a prefeita poderosa da cidade.

1x2 - The Thing You Love Most

Regina,  faz seus planos para afastar Emma de Storybrooke, ela é de fato a personagem mais irritante do seriado, muito chata e intrometida também. Descobrimos nesse episódio mais detalhes de como a maldição foi lançada. O que mais achei interessante foi a relação da antagonista com seu pai, dramático!


1x3 - Snow Falls

Neste episódio, Emma a pedido de Henry , convence Mary Margaret (olha o nome da Branca de Neve, que dó) a ler para um paciente não identificado em coma (Príncipe Encantado) no hospital. Ficamos sabendo como os dois se conheceram e se apaixonaram, o que de fato, perdão o vocabulário gay... É muito fofo!



1x4 - The Price of Gold

Cinderela aparece nesse episódio! Sempre imaginei que ela seria um dos personagens principais desse seriado, até porque todas as meninas amam a Cinderela! Mas não... Rumpelstiltskin é a fada madrinha, achei até original!




1x5 - That Still Small Voice

O Grilo Falante que nos é apresentado desde o primeiro capítulo como um psiquiatra (do Henry) também tem sua história contada, e eu simplesmente adorei. Achei muito criativa e inteligente a forma como teceram o laço existente entre ele e Gepeto.


1x6 - The Shepherd

Mary Margaret é tão boazinha que chega a dar dó. Nesse episódio eu percebi o quanto acho a trilha sonora dessa série mágica (dêêêr)! Me surpreendi com a história do príncipe e claro, broxei um pouco com os efeitos especiais.




1x7 - The Heart is a Lonely Hunter

Que o Graham é o Caçador todo mundo já imaginava (que ele vai ser o protagonista do 50 tons, também), o problema foi a Regina! Meu, que mulher chata!!! Eu realmente senti muito pelo final dele, esse foi sem sombra de dúvidas o episódio que começou a me empolgar com a história do seriado!



1x8 - Desperate Souls

As origens de Rumpelstiltskin são jogadas na nossa cara nesse episódio! Eu nunca havia pensado nele como um pai, e muito menos como um personagem covarde, ele sempre aspirou tanta confiança em si mesmo... Fico ansioso pra conhecer outros personagens, mas é sempre bom saber mais sobre os protagonistas da trama!


1x9 - True North

E como no último eu tinha ficado triste por não aparecer personagens novos a algum tempo, João e Maria. Isso mesmo! E Regina se metendo na história dos irmãozinhos! Eu estava com o João e Maria do filme Hansel and Gretel: Witch Hunters na cabeça, mas de fato preferi os do seriado, são mais coerentes com a minha infância.

1x10 - 7 15 A.M.

Esse episódio não tem maiores acontecimentos. Vemos David e Mary Margaret vivendo um amor proibido... O que é lindo pra quem “shipa” o casal. Emma, Regina, Henry e eu encucados pra saber quem foi o escritor que chegou no último episódio. A prova de que Ruby é a Chapeuzinho Vermelho. Rs



1x11 - Fruit of the Poisonous Tree

Olha só, o seriado transformou dois personagens em um só... O Gênio da Lâmpada e o Monstro do Espelho da Rainha Má! Agregar ambas as histórias foi inteligente. O figurino da Regina é algo que eu já deveria ter comentado antes, essa rainha é uma diva!


1x12 - Skin Deep

Um dos meus episódios favoritos. Nesse finalmente descobrimos que Mr. Gold é na verdade a Fera. E que a Bella é uma linda garota, sério... Achei-a fantástica. Muito legal como o antagonista fica divido entre o amor e a sua essência maligna. O momento mais profundo do episódio é quando Bella diz que a única coisa que restava para Rumpelstiltskin era um coração vazio e uma xícara lascada! <3


1x13 - What Happened to Frederick

Mais um em que Ruby aparece como Chapeuzinho e não descobrimos nada acerca de sua história. Colocaram Abigail na história com um bom coração, acho digno. Sempre a achei com cara de “tanto faz, tanto fez”, mas é uma guria apaixonada. Houve aquela vontade de bater na Regina com uma vassoura também...


1x14 – Dreamy

Senti falta do Henry! Fazer um homem adulto e barbado sair de dentro de um ovo gigante foi muito bizarro, e eu ainda estava empolgado pensando que sairia um dragão lá de dentro. História do Zangado contada, e muito linda, diga-se de passagem. E houve também Regina se metendo em tudo! Ô vilã boa essa.


1x15 - Red-Handed

Primeiro episódio de Once Upon A Time em que vejo sangue e morte misturada com tragédia romântica e suspeitas de assassinato. Um dos meus favoritos também. Finalmente a história sobre Chapeuzinho/Ruby nos é contada e porra (perdão a palavra)... Que história. Surpreendente! Não vou soltar muitos spoilers acerca deste, pra deixar a Bárbara curiosa! xD


1x16 - Heart of Darkness

Mary Margaret assassinar a mulher do David? Acho difícil! Ver uma Branca de Neve do mal foi inspirador, rs. A atriz ou o enredo consegue nos mostrar duas personagens tão diferentes, e isso é muito legal fora que sua relação com os anões é só amores. As vezes acho que David não faz Jus ao Charming. Só acho! 


1x17 - Hat Trick

O Chapeleiro Maluco (interpretado pelo homem que fará o Soldado Invernal no próximo filme do Capitão América) aparece muito dark, todo sequestrador e louco... (hehe!) Wonderland, Rainha de Copas (mascarada) e uma Emma quase acreditando. Foi um puta episódio!!! Vi muita química entre o Jeff e a Emma, talvez tenha sido impressão minha.


1x18 - The Stable Boy

As origens de Regina. Outro episódio fantástico. O que a fez se tornar assim tão malvada? E porque tanto ódio da Branca de Neve?  Até a Regina sendo boa parece má! E aquela mãe dela? Teve mesmo pra quem puxar.




1x19 - The Return

Feijõezinhos mágicos!!! As histórias sobre o passado de Rumpelstiltskin são as melhores, estava quase certo de que Bae seria August no fim das contas, isso explicaria muita coisa, mas acho que os roteiristas tem outros planos. Duelo épico de Emma com Regina, fodinha. Chegando nos “finalmentes” esse seriado.


1x20 - The Stranger

Episódio muito bem elaborado, não deixou nenhum rastro de dúvida. Adicionei-o à minha lista de favoritos, a história do Gepeto e do Pinóquio é maravilhosa, finalmente demos um personagem pro August. Emma agora só precisa parar com o ataque de pelancas e acreditar em tudo de uma vez!



1x21 - An Apple Red as Blood

O nome do episódio já nos deixa a par do que vamos ver. O que me assustou foi saber que a vítima da maçã é Henry! Fiquei boquiaberto, o sacrifício do guri foi muito foda, não imaginei que seria capaz disso... Todo o enredo sobre a maçã envenenando a Branca de Neve foi legal e tal, mas eu estava mais curioso/ansioso pra saber acerca dos tempos atuais.

1x22 - A Land Without Magic

Season Finale!

. Emma e Regina trabalhando juntas pra salvar Henry. Oooh!
. Depois de 22 episódios Emma começa a acreditar! Ooooh!
. O beijo de amor verdadeiro que quebra a maldição. Oooh!
. E as memorias voltam para todos de Storybrooke. Oooh!

Rumpelstiltskin : "Magic is coming, because magic is power!".  OOOOOOOOOOOOOH!

-

Um incrível fim de temporada para um excelente seriado, confesso que no começo não botava muita fé. E que sim, critiquei em alguns momentos, houve falha nos efeitos especiais e o começo não me empolgou tanto. A resenha ainda assim ficou bem grande, queria falar mais sobre o elenco, sobre as expectativas para a segunda temporada, meus personagens favoritos, os personagens que eu queria que voltassem... Só que por enquanto tá imensamente ótimo. Bem melhor do que vários desses filmes que tem saído por aí baseados nos contos de fada! 

9 comentários:

  1. Beleza... Me empolgou, vou assistir. xD

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. olá!! adorei as descrições da primeira temporada de OUAT, porém, já assisti(e sei que este post é antigo, mas...) e estou -já a um tempo- procurando a segunda temporada, pois acho todas, menos a 2ª....Gostaria de saber onde(em que site) você assiste e recomenda.
    desde já, agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a resenha, mas pelo jeito que você escreve, pensei que fosse uma mulher! Ve se escreve que nem macho rapaz

      Excluir
  4. Adoooooro essa série! Acho impressionante como os autores tem criatividade para ligar uma história ä outra, mesclando todos os contos de fada!!!

    ResponderExcluir
  5. Adoooooro essa série! Acho impressionante como os autores tem criatividade para ligar uma história ä outra, mesclando todos os contos de fada!!!

    ResponderExcluir