segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Sandman Edição Definitiva Vol.1 - Neil Gaiman

     A primeira frase da minha mãe quando me viu chegando com a edição definitiva de Sandman em casa foi "Muita coragem gastar 100R$ em uma história em quadrinhos."  Mas sinceramente? Um dos melhores investimentos literários que fiz esse ano.

    Desde a primeira história (No volume 1 são as primeiras vinte revistinhas da Vertigo) eu já me apaixonei, tanto pelo desenho meio sombrio, aparentemente desorientado, mas que é perfeito pro que quer representar.

    Sandman, ou Morpheus, Oneiros, Lorde Moldador, ou tantos outros nomes é o perpétuo do Sonho, e tem como função organizar o 1% do reino do sonho que pode não funcionar naturalmente sem alguma gerência. Porém, ele é aprisionado por uma seita que buscava invocar sua irmã mais velha, a Morte, mas falha, vindo ele em seu lugar. Mesmo não sendo o perpétuo desejado o líder da seita prende Morpheus, e durante sua estadia de setenta anos, muitas coisas saem dos eixos.

    O HQ tem selo adulto (e por uma boa razão, crianças lindas.) e conta muitas histórias diferentes, que se entrelaçam de um jeito bem interessante, e que, particularmente, me surpreendeu bastante. Li o livro sem nenhum spoiler então fiquei realmente empolgada a cada revelação.

    O mais bacana é a quantidade de questões filosóficas que ele trás, algumas bem sutis, que numa leitura rápida passa sem nem ser notada, outras, jogadas na sua cara de um jeito que não dá pra não refletir nem que por 2 segundos sobre ela.

    A edição brasileira, disponibilizada pela Panine, não tem a capa de couro e o box da americana, mas tá bem feitinha, fica digna na estante também (Hehe). Uma história em quadrinhos altamente recomendada que foge muito do conceito de que quadrinho é coisa de criança.
"Vou revelar-te o que é o medo num punhado de pó." T. S. Eliot – The Waste Land

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Morre não, na vdd uma faceta dele assume o manto... tipo, o livro deixa isso claro quando fala que Sonho possui tantas "facetas" quanto a joia que carrega. Daniel é apenas um corpo que abriga uma faceta de Sonho, até pq Daniel nasceu no sonhar.

      Excluir